Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4
Acessibilidade 5 Alto contraste 6

Vereadores Kiko e Everton entregam em mãos ao deputado estadual Nilso Berlanda solicitação de recursos para abertura de um novo poço tubular profundo em Sede Belém

Publicado em 13/05/2020 às 13:02 - Atualizado em 13/05/2020 às 13:02

Pedido partiu da diretoria da Associação de Água da Linha Santa Terezinha
Créditos: Joce Pereira Baixar Imagem

Herval d’ Oeste – Os vereadores do PL Adelar Provenci- Kiko- e Everton Parisenti, estiveram na última semana no Gabinete regional do deputado Nilso Berlanda – PL- em Xanxerê, entregando em mãos um ofício de autoria da diretoria da Associação de Água da Linha Santa Terezinha. O ofício solicita recursos de Emenda Impositiva Individual no valor de R$ 150 mil para perfuração de um poço tubular profundo na Linha de Sede Belém.

                                 De acordo com o relato da diretoria foi realizada a implantação de Sistema de Abastecimento de Água Potável na área rural do município, a partir do ponto de captação do poço tubular profundo, perfurado na Linha Santa Terezinha atendendo as comunidades das linhas; Santa Terezinha, Bonita, Nova Estrela, Perpétuo Socorro, Sede Belém, Serra Alta, KM 07, Senhor Bom Jesus da Barra Verde e São José da Barra Verde.

                             O vereador Kiko relata que segundo os agricultores atualmente este poço tornou-se insuficiente para atender a população de todas estas comunidades. “Esta solicitação é para a perfuração de mais um poço tubular profundo, que atinja a máxima vazão necessária para a implantação da referida atividade que tem por objetivo atender o consumo de água de qualidade, com uma extensão de ampliação da rede até Sede Sarandi, beneficiando assim um grupo de mais de 30 famílias. ”

                            O vereador Everton Parisenti destacou que estas comunidades sofrem sérios problemas relacionados à falta de água potável para o consumo humano e para as demais atividades se subsistência na propriedade, “especialmente neste momento de forte estiagem, pois os trabalhos desenvolvidos pelas comunidades são essencialmente agrícolas”

                      O objetivo da Associação é que esta solicitação seja incluída no projeto do Governo do Estado que prevê o investimento de R$ 1,5 milhão para abertura de poços nas regiões do Oeste e Meio-Oeste Catarinense.