Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4
Acessibilidade 5 Alto contraste 6

Presidente do Legislativo hervalense, Serginho, avalia a 6ª sessão realizada via audioconferência

Publicado em 20/05/2020 às 15:09 - Atualizado em 20/05/2020 às 15:09

Avaliação
Créditos: Joce Pereira Baixar Imagem

 

Herval d’ Oeste – O presidente do Legislativo hervalense, Sérgio Moacir do Nascimento- Serginho- (PP), avaliou os trabalhos realizados durante a sessão desta segunda-feira (18). Esta foi a 6ª sessão realizada via audioconferência em função da pandemia do Coronavírus, medida para evitar aglomeração. Serginho comentou as proposições apresentadas pelos vereadores. Destacou a Moção de Aplauso do vereador Dhiego Costa, dirigida aos profissionais dos setores da saúde que atuam no enfrentamento da CODIV-19. “Mais que merecida esta homenagem, pois são estes profissionais que atuam na linha de frente para nos manter seguros contra esta doença. Mas precisamos fazer a nossa parte contribuindo para o combate da doença com o uso das medidas de prevenção”.

Quanto ao pedido de informações do vereador Léo Mascarello em relação ao fornecimento pelo Executivo aos servidores públicos, dos EPI’s- equipamentos de proteção individual- em relação a contenção da pandemia, o presidente do Legislativo destaca achar de extrema importância que a administração faça isso, pois é necessário garantir condições para os servidores trabalharem.

Serginho parabenizou o vereador Dhiego pela indicação que pede a aquisição por parte da Secretaria de Saúde de um freezer para as feiras livres. “Sou testemunha da luta do vereador, agricultores e da Epagri para que a feira fosse implantada, uma ação que gera mais renda para a nossa agricultura familiar. Quanto a indicação do vereador Boca para operação tapa buracos no trecho final da Rua 13 de Maio, Sérgio disse que sabe da luta do vereador para que o Executivo realize esta e outras melhorias em vias, a exemplo dos demais parlamentares. “Infelizmente não vem acontecendo como gostaríamos, mas não é por falta de esforços desta Casa”.